Sociologia Pública e o ensino de sociologia: reflexões sobre o contexto pós-reforma do Ensino Médio

Palavras-chave: Sociologia no ensino médio, Reforma do ensino médio, Sociologia pública

Resumo

O artigo tem por objetivo compreender a reforma do ensino médio e suas implicações na estrutura curricular, após a promulgação da Lei 13.415/2017. O estudo consiste em uma investigação exploratória, baseada na pesquisa bibliográfica e documental sobre a legislação decorrente da reforma do Ensino Médio no Brasil. A partir de uma breve análise histórica sobre os conflitos e disputas que marcaram a presença da sociologia no currículo escolar busca-se situar o ensino da sociologia após a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – Lei 9394/1996. O artigo reflete sobre os desafios atuais sobre o ensino de sociologia, a partir da categoria de sociologia pública, formulada pelo sociólogo estadunidense Michael Burawoy. Os resultados da pesquisa evidenciam um cenário de fragmentação e diminuição do ensino de sociologia no currículo, após a reforma do Ensino Médio, que se articula ao projeto neoliberal dominante na educação brasileira, num cenário ainda inconcluso de implementação do novo Ensino Médio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo da Costa Lima, Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), SC, Brasil

Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)| Professor EBTT de Sociologia no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC); Campus Araranguá | Araranguá, SC, Brasil | Lattes ID: http://lattes.cnpq.br/0116482639061872

Publicado
2020-10-27
Como Citar
Lima, R. da C. (2020). Sociologia Pública e o ensino de sociologia: reflexões sobre o contexto pós-reforma do Ensino Médio. Revista Brasileira Do Ensino Médio, 3, 143-155. Recuperado de https://phprbraem.com.br/ojs/index.php/RBRAEM/article/view/66
Seção
Artigos