O envolvimento de estudantes do ensino médio com as tecnologias digitais na visão de professores

Palavras-chave: Tecnologias digitais, Estudantes do ensino médio, Professores, Práticas educativas

Resumo

Este artigo tem como objetivo compreender como professores percebem o envolvimento dos estudantes do ensino médio com as tecnologias digitais. Os dados aqui apresentados fazem parte de uma pesquisa de abordagem qualitativa com professores de duas escolas públicas de ensino médio localizadas em uma cidade do norte de Santa Catarina. Foi utilizada como técnica de coleta de dados a entrevista, da qual participaram cinco professores de diferentes disciplinas. A coleta dos dados ocorreu, em 2018, de forma presencial. Os resultados apontaram que os professores identificam que os jovens são dispersos e utilizam o celular para acessar as redes sociais. Acentuam que os estudantes têm dificuldade em utilizar outras ferramentas para desenvolver seus estudos, mas reconhecem que eles se envolvem quando são propostas atividades digitais. Parecem intuir que são jovens que se constituem na realidade virtual, célere e fugaz, exigindo uma nova prática educativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marly Krüger de Pesce, Universidade da Região de Joinville – UNIVILLE, Brasil

Doutora em Educação - Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) | Professora permanente do Programa de Pós-graduação e do curso de graduação de Letras da Universidade da Região de Joinville – Univille / Grupo de Pesquisa GECDOTE e do Observatório de Ensino Médio em Santa Catarina | Joinville, Brasil | Lattes ID: http://lattes.cnpq.br/0610790724953034

Referências

AZEVEDO, Jefferson Cabral; NASCIMENTO, Geovane do; SOUZA, Carlos Henrique Medeiros de; GUIMARAÊS, Décio Nacimento. Dependência digital: processos cognitivos e diagnóstico. In. IX Simpósio Nacional Abciber, 2016, São Paulo. Anais eletrônicos... São Paulo: PUC, 2016. Disponível em: http://abciber.org.br/publicacoes/livro3/textos/dependencia_digital__processos_cognitivos_e_diagnostico_jefferson_cabral_azevedo.pdf Acesso em: 17 ab. 2021.
IBGE. Uso de Internet, televisão e cel8ular5 no Brasil. disponível em: https://educa.ibge.gov.br/jovens/materias-especiais/20787-uso-de-internet-televisao-e-celular-no-brasil.html acesso em: 02 maio 2021.

CAMPELL, Scott W. Perceptions of mobile phones in college classrooms: ringing, cheating, and classroom policies. Communication Education. v. 55 n.3, jul. 2006, pp. 280- 294. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/233006151_Perceptions_of_Mobile_Phones_in_College_Classrooms_Ringing_Cheating_and_Classroom_Policies. Acesso em: 28 maio 2021.

CITELLI, Adilson. Educomunicação: temporalidades e sujeitos. Anais.. São Paulo: Intercom, 2016. Disponível em: http://www.uesc.br/editora/livrosdigitais2017/serie_comunicacao_educacao_vol1.pdf Acesso em 20 fev. 2021.

MARCELO, Carlos Garcia. Políticas de inserción a la docencia: Del eslabón perdido al puente para el desarrollo profesional docente. In: TALLER INTERNACIONAL “LAS POLÍTICAS DE INSERCIÓN DE LOS NUEVOS MAESTROS EN LA PROFESIÓN DOCENTE: LA EXPERIENCIA LATINOAMERICANA Y EL CASO COLOMBIANO”. 2016, Bogotá. Anais... Bogotá: Universidad de Bogotá Jorge Mateo Lozano, 2016. p. 1-35. Disponível em: https://bit.ly/2M4qOkV . Acesso em: 20 set. 2020.

MOREIRA, Antonio F. B. ; KRAMER, Sonia. Contemporaneidade, educação e tecnologia. Educ. Soc. v 18 n.100, out. 2007, p- 1037- 1057. Disponível em:
https://www.scielo.br/j/es/a/KS6FVdMKj4D9hzbGG9dfcps/?lang=pt . Acesso em: 12 ab. 2021.

NEJM, Rodrigo; RIBEIRO, José Carlos. Desafios geracionais na promoção do uso ético da internet. In: ABREU, C. N.; EISENSTEIN, E; ESTEFENON, S.C.B. (orgs.). Vivendo esse mundo digital: impactos na saúde, na educação e nos comportamentos sociais. Porto Alegre: Artmed, 2013. p. 301-310.

NICOLACI-DA-COSTA, Ana Maria. Revoluções tecnológicas e transformações subjetivas. Psicologia: Teoria e Pesquisa. v. 18, n. 2, maio- ag. 2002, pp. 193-202. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ptp/a/B8YrM538mSbqLJk6hwSdcPN/?lang=pt&format=pdf Acesso em 15 ab. 2021.

NÓVOA, Antonio. A pandemia de Covid-19 e o futuro da Educação. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, v. 7, n. 3, p. 8-12, ago. 2020. Disponível em: http://www.periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/905. Acesso em: 16 mar. 2021.

VIGOTSKI, Lev Semenovich. (1934) A construção do pensamento e da linguagem. Traduz. por Paulo Bezerra. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

ZUIN, Vania Gomes; ZUIN, Antônio Álvaro Soares. O celular na escola e o fim pedagógico. Educação e Sociedade, Campinas, v. 39, nº. 143, p.419-435, abr.-jun., 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/pL4Qxj8XbMVFCY4XvZJtzzf/?format=pdf&lang=pt Acesso em 10 ab. 2021.
Publicado
2021-08-27
Como Citar
Pesce, M. K. de. (2021). O envolvimento de estudantes do ensino médio com as tecnologias digitais na visão de professores. REVISTA BRASILEIRA DO ENSINO MÉDIO, 4, 36-45. Recuperado de http://phprbraem.com.br/ojs/index.php/RBRAEM/article/view/116
Seção
Artigos - Dossiê especial: "Observatório do Ensino Médio em Santa Catarina"